agosto 10, 2009

Anos 60,70 e 80 Postagem feita com a colaboração dos diHITTIANOS

Series dos anos 60,70 e 80...
Lost in Space(Perdidos no espaço)monstrava as aventuras da família Robinson no espaço, a bordo da nave Júpiter 2, juntamente com o Robô B9 e o Dr. Zachary Smith .O seriado, produzido pela CBS e que tinha como criador e produtor executivo Irwin Allen, foi ao ar pela primeira vez nos EUA em setembro de 1965, e permaneceu até março de 1968.Teve 3 temporadas produzidas. A 1ª temporada foi produzida em preto e branco. Na 2ª temporada a série ganha cores, mas perde bastante em qualidade, deixando de lado o foco na ficção científica, e adotando um tom mais de comédia. Na 3ª e última temporada, esse tom de comédia se acentua ainda mais. Pouco antes de começar a produção da 4ª temporada, a série é cancelada, mesmo avendo alguns roteiros prontos e algumas cenas já gravadas.
Sinopse: A historia do seriado começa em 16 de outubro de 1997, a espaçonave Júpiter 2 está em contagem regressiva para ser lançada ao espaço com a família Robinson, que tentará colonizar um planeta em Alfa Centauri, projeto que resolveria o problema da superpopulação da Terra.Participavam também da expedição, além do Professor John Robinson, sua esposa Maureen Robinson, e seus filhos, Judy, Will e Penny, o Major Don West que era o piloto da nave Jupiter 2 (no episódio-piloto a nave chama-se Gemini 12 — alusão ao projeto Gemini, do programa espacial norte-americano).Um espião estrangeiro infiltrado sabota a missão, levando-os a ficar perdidos no espaço. No entanto, este espião sabotador acaba preso na nave com a família Robinson. Ele é o Doutor Zachary Smith.No Brasil, a série estreou em 4 de dezembro de 1966, nas tardes de domingo da TV Record, então transmitida apenas para São Paulo, "coladinha" no programa Jovem Guarda.Em 1970, Perdidos passou a ser exibida na Rede Globo, onde ficou até 1978, quando passou para a TV Tupi. Com a extinção da emissora, em 1980, os direitos foram adquiridos pela Rede Bandeirantes, que exibiu a série esporadicamente durante a década de 1980. Em 1988, a TV Gazeta, então com programação dirigida ao público jovem da época, com programas como TV Mix e Clip Trip, compra Perdidos e enfim - graças a protestos de fãs - volta a exibir a primeira temporada da série, produzida em preto e branco e ignorada pelas emissoras anteriores desde que as cores foram instituídas na televisão brasileira, em 1972.Em 1990, a Rede Record é comprada pela Igreja Universal, que refaz toda a programação da emissora. Como tapa-buraco no horário da manhã, é exibida a faixa Manhã de Aventura, na qual eram exibidas várias séries clássicas, entre elas, Perdidos. Fato curioso é que a reapresentação da Record se iniciou precisamente no episódio seguinte ao último apresentado pela TV Gazeta no ano anterior.A série é exibida pela emissora do Bispo Macedo por várias ocasiões até meados da década de 90.Na televisão a cabo, foi ao ar nos canais Fox durante a década de 90 e FX entre 2003 e 2007.Atualmente é exibida na Rede Brasil de Televisão.
Colaboração e pedido:

JF The Time Tunnel (no Brasil, O Túnel do Tempo) é um seriado de TV realizado por Irwin Allen nos anos 60, que mostrava as viagens no tempo de dois cientistas Eles eram monitorados por uma equipe que permanecia no laboratório e os acompanhavam em seus deslocamentos no tempo através de imagens que recebiam pelo Túnel do Tempo. A equipe estava sempre tentando encontrar um meio de trazê-los de volta, ou então tentavam ajudá-los por intermédio dos recursos de que dispunham, como precárias transmissões de voz ou envio de armas. Quando tudo falhava, os tiravam de uma época e enviavam de volta ao Túnel, para alguma outra data incerta do passado ou do futuro, dando início a um novo episódio. Eventualmente membros da própria equipe ou convidados viajavam ao encontro dos cientistas perdidos, também com o intuito de ajudá-los nas situações de perigo. Mas também de vez em quando a equipe ou seres estranhos conseguiam interferir no destino das viagens. Nesse caso os cientistas recebiam diferentes missões a serem cumpridas nos locais onde eram enviados.Nos episódios eram utilizados imagens de arquivo de filmes do estúdio, tanto mais recentes como O Mundo Perdido, ou mesmo filmes históricos antigos. Também eram reaproveitados cenários e figurinos de outras séries de Allen que estavam sendo produzidas na mesma época, como Viagem ao Fundo do Mar.
Devido ao elevado custo de produção, esse seriado durou apenas uma temporada, com 30 episódios.
ELENCO:

  • James Darren...Dr. Anthony "Tony" Newman
  • Robert Colbert ...Dr. Doug Phillips
  • Whit Bissell ... General Heywood Kirk
  • John Zaremba ... Dr. Raymond Swain
  • Lee Meriwether ... Dr. Ann MacGregor
  • Dick Tufeld

Colaboração e pedidos:

Land of the Giants (conhecido como Terra de Gigantes na versão traduzida) é uma série de televisão criada por Irwin Allen (Master of Disaster) nos anos 60.
A série mostrava uma tripulação de uma nave orbital chamada Spindrift, que durante uma viagem de Los Angeles até Londres, entra numa dobra espacial e cai num planeta onde todos são gigantes. Este planeta é controlado por um Estado totalitário, tendo uma polícia à la KGB, controlando tudo e todos. O nome da polícia era SID (Special Investigation Department), cujo integrante era o sádico inspetor Kobik.
A tripulação, chamada pelos gigantes de "pequeninos", passam por diversas dificuldades, quando ocasionalmente um deles é pego por algum gigante. Criam alguns utensílios, usando barbantes como cordas, pregadeiras ou clips como ganchos. Constantemente defrontam-se com os animais gigantes, principalmente gatos.

Personagem recorrente

O Topo Gigio é uma personagem de um programa infantil, criada na Itália, em 1958, por Maria Perego.Topo Gigio é um rato com uma personalidade infantil, muito popular na Itália durante várias décadas. Atua regularmente no concurso Sequim d'Ouro. Fora da Itália, Topo Gigio já fez parte de outros programas de televisão como o Ed Sullivan's Show, nos Estados Unidos, ou Topo Gigio and the Missile War (1966, dir. Kon Ichikawa) e Nippon Animation (1988), um cartoon, no Japão. Fez, também, sucesso no Brasil, em programas apresentados por Agildo Ribeiro em 1969, e em Portugal, em 1979, num programa televisivo apresentado por Rui Guedes. Mais recentemente, na década de 90, entrou em programas como o Big Show Sic, de João Baião em Portugal.

Shazan, Xerife & cia. foi um seriado infanto-juvenil da Rede Globo, exibido entre 26 de outubro de1972 e 1 de março de 1974. Escrito por Walter Negrão, Adriano Stuart, Sylvan Paezzo, entre outros. Dirigido por Adriano Stuart, Reinaldo Boury, David Grimberg, João Loredo, Gonzaga Blota, com supervisão de Daniel Filho.
Exibidos inicialmente às quintas feiras, às 21 horas, os episódios tinham 30 minutos de duração e mostravam uma história completa. A partir de 1 de abril de 1973, o seriado passou a ser exibido de segunda a sexta, às 18:00, com episódios que duravam vários capíulos, as histórias duravam um mês em média.
O seriado usava uma linguagem com elementos do circo e veiculando mensagens educativas.
Os protagonistas são uma dupla de mecânicos atrapalhados Shazan (Paulo José) e Xerife (Flávio Migliaccio) que decidem percorrer o mundo, ou pelo menos o Brasil, a bordo de sua camicleta (caminhão-bicicleta) procurando emprego e aventuras, se deparando com as mais inusitadas situações.
A dupla está procurando uma peça mágica que fará com que eles realizem seu grande sonho: construir uma bicicleta voadora. Mas sempre acontece algo, e Shazan e Xerife são desviados de seu objeto.
Os personagens Shazan e Xerife são originários da telenovela O Primeiro Amor, de Walter Negrão. O sucesso da dupla foi tanto que, com o fim da novela, a TV Globo decidiu dar continuidade às suas aventuras no seriado. Pela primeira vez na televisão brasileira, personagens de uma telenovela ganhavam seu próprio programa após o término da mesma.
Colaboração e pedido:

Bewitched (Casei com uma Feiticeira em Portugal e A Feiticeira no Brasil) foi uma série de televisão americana transmitida de 1964 a 1972.A série relata o dia-a-dia de uma família americana de classe média formada pela bela Samantha; seu marido Darrin (no Brasil, seu nome foi trocado para James, pois a pronúncia soava melhor), um publicitário; e os filhos, Tábatha e Adam. Nada de mais haveria se Samantha não fosse uma feiticeira poderosa, que se casara com um mortal e fez a opção pessoal de viver feliz ao marido sem fazer uso de seus poderes. Só que, com as muitas confusões provocadas por seus familiares bruxos - em especial a mãe, a terrível e adorável Endora, que não se dá bem com o genro, apelidando-o inclusive de Dumbo, por causa de suas orelhas (como também o apelida de Jonathan) -, Samantha acaba tendo sempre que mexer seu nariz e libertar o poder para resolver as diversas situações, em sua maioria cômicas.

Outros personagens importantes na série são o volúvel patrão de Darrin, Larry Tate, sócio da agência McMann & Tate; o pai de Samantha, Maurice; o tio palhaço,Arthur; a tia Clara, boazinha e atrapalhada; a não menos atrapalhada babá Esmeralda; e o médico especial dos feiticeiros, Dr. Bombay; Serena, uma tresloucada prima de Samantha idêntica a ela; e é claro, Endora.



Colaboração e pedido:

National Kid (Nashônaru Kiddo em japonês) é uma série japonesa de tokusatsu que foi exibida no Japão de 4 de agosto de 1960 a 27 de abril de 1961. Foi produzida pela Toei Company e exibida pela NET (atual tv asahi).O seriado foi criado em 1960, por encomenda, com a finalidade de servir de merchandising para a fábrica de eletrodomésticos National Electronics Inc., atual Panasonic. A tarefa foi entregue ao mangakaDaiji Kazumine, o mesmo que algum tempo depois criaria outro herói espacial, Spectreman. O personagem deveria ter poderes especiais, voar e lutar pela paz no mundo. Levaria o nome da empresa para ajudar a aumentar as vendas. Os atores eram, em alguns casos, amadores, e os episódios foram todos filmados em preto-e-branco.

A abertura dos episódios começava com os dizeres do locutor, em forma de lema:
Mais rápido que os aviões a jato, mais forte que o aço!
O invencível super herói, cavaleiro da paz e da justiça.... National Kid!
A partir daí então era entoada a canção tema do seriado.
O seriado é composto de 39 episódios distribuídos em cinco histórias:

Os Incas Venusianos

Os Seres Abissais

O Império Subterrâneo

Os Zarrocos do Espaço

O Mistério do Garoto Espacial

No fim da ultima história, Massao Hata revela a sua identidade secreta e com a missão cumprida volta para Alfa-Centauro, sua estrela, não sem antes deixar uma mensagem de paz e otimismo.
No Brasil foi televisionada de 1964 até início dos anos 1970 pelas Rede Record e Rede Globo.
A série só parou de passar na TV porque o então Ministro da Justiça da ditadura militar, Alfredo Buzaid,censurou todas as séries que tinham super-heróis voadores.
Ainda que tenha sido grande sucesso entre a juventude no Brasil, no Japão o sucesso foi apenas mediano. Nas palavras de seu próprio produtor, que em viagem ao Brasil na década de 90, foi descoberto por um repórter que o entrevistou, disse ter se surpreendido com a popularidade que a série havia conseguido alcançar no país.
A popularidade existe até hoje: vilões como os Incas Venusianos e a expressão Celacanto provoca maremoto são derivadas da série. No Brasil, National Kid teve em 1993 alguns de seus episódios lançados em VHS. No segundo semestre de 2002 foi lançado em dois DVDs.
Origem dos textos acima:
www.wikipedia.org
Imperor Magma (Vingadores do Espaço)
Goldar, Silvar, Gam, Mathusan e Rodak eram os personagens dessa saga espacial que foi criada no Japão, em 1966, mas só ganhou uma versão em inglês em 1978. A série foi apresentada no Brasil entre 1973 e 1974, sendo reapresentada em 1980 com nova dublagem.
Methusan, um mago que tem muitos poderes e um longo cabelo branco, criou os robôs Goldar, Silvar e Gam. Juntos, formavam a família de gigantes espaciais. Goldar era um robô de 30 metros de altura, feito de ouro. Silvar era sua esposa e Gam, seu filho, eram feitos de prata e tinham o tamanho convencional dos seres humanos.
Era comum nos anos 60 e começo dos 70, as empresas de dublagem receberem os filmes sem o áudio e como não tinham um roteiro para a história, tratavam de inventar um. Isso aconteceu muito com os desenhos Shadow Boy, Zoran e até com essa série.
Precisamos aplaudir o excelente trabalho feito pelos profissionais de nosso País da epoca a eles nosso muito Obrigado.
moreijo
Veja o video e relembre...fuiiiiii



origem do video: http://www.youtube.com/watch?v=GRSahwgnCYw



Mais videos para você.

Outra seleção de videos para você use-os a vontade apenas coloque by moreijo ou #moreijo e diga sua opinião aguardamos sua colaboração......