Mostrando postagens com marcador alerta. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador alerta. Mostrar todas as postagens

janeiro 22, 2017

Chuvas ,alertas para o Brasil e o mundo.

Uma das maiores necessidades em nosso Planeta e a NATUREZA.Ela controla tudo o que acontece e se adapta conforme a situação ,para isto não escolhe o que ira fazer ,simplesmente faz, e se ajusta para a continuação do ciclo da vida. Irei colocar abaixo alertas e situações atuais ,e ate mesmo futuras do que poderá acontecer com as chuvas ,através de alertas para o  Brasil e o mundo.
#moreijo




Brasil - São Paulo - período 16 a 22 de Janeiro de 2017: 
A preocupação com transbordamento dos rios, enchentes, grandes alagamentos e deslizamento de terra é grande na região metropolitana de São Paulo porque o tempo instável deve persistir até a segunda-feira (23-01-2017). Até lá, o céu cinza e a chuva vão predominar, com alguns períodos de melhora. Neste domingo, a Grande São Paulo continua tendo chuva contínua, com poucos momentos de trégua.  

Fonte: texto acima e imagem climatempo.com.br

O CLIMA no Mundo:

O relatório do Clima Global em 2011-2015 , foi lançado durante a COP22, a conferência do clima de Marrakesh, no Marrocos. Ele afirma que os últimos cinco anos foram os mais quentes já registrados desde o início das medições com termômetros, em 1880. As temperaturas no quinquênio foram 0,57ºC mais altas do que a média entre 1961 e 1990. O ano mais quente foi 2016, seguido por 2014.

O documento da OMM fez uma revisão de eventos extremos ao redor do mundo compilados pelo Boletim da Sociedade Americana de Meteorologia.Viu-se:

-  desde recordes de derretimento do gelo marinho no Ártico 
- até uma fome decorrente de seca que matou 250 mil pessoas na África;
-  passando pelo tufão mais violento já registrado, o Haiyan;
-  o furacão Sandy, que alagou Nova York;
- ondas de calor na Austrália e na Argentina ;
- enchentes de grandes proporções no Sudeste da Ásia.



As chamadas ZONAS de Convergências pelo mundo:
Zonas de convergência são sistemas meteorológicos que tem forte influência sobre o tempo e o clima e se caracterizam por ser uma interação entre eventos meteorológicos das latitudes médias e tropicais.

Existem quatro zonas de convergências principais que são identificadas pelas siglas: 

ZCAS - Zona de Convergência do Atlântico Sulé definida como sendo uma faixa de nebulosidade persistente que se estende do Atlântico Sul Central ao sul da Amazônia, está associada a uma zona de convergência na baixa troposfera e é orientada no sentido noroeste-sudeste ficando bem caracterizada no verão. É a responsável por períodos de enchentes na região sudeste e veranicos (períodos de estiagem, acompanhada por calor intenso em plena estação fria com duração de mais de quatro dias, baixa umidade relativa e forte insolação) na região sul do Brasil.

ZCPS - Zona de Convergência do Pacífico Sulé a maior em extensão entre as ZCAS e ZCIS, se localiza predominantemente sobre o oeste do Oceano Pacífico na região chamada de continente marítimo (Indonésia) que se caracteriza pelas altas temperaturas da superfície oceânica (algo em torno de 27ºC). Assim como a ZCAS e a ZCIS ela tem orientação noroeste/sudeste.

ZCIS - Zona de Convergência do Índico Sulé a menos marcante de todas as zonas de convergência e é caracterizada por ser uma zona de convergência em uma camada inferior úmida.

ZCIT - Zona de Convergência Intertropicalé um dos mais importantes sistemas meteorológicos tropicais e caracteriza-se por ser uma banda de baixa pressão e convergência (encontro) dos ventos alísios (ventos gerados pela rotação da terra e que chegam a ocupar 1/3 da superfície do planeta, soprando de NE no hemisfério norte e de SE no hemisfério sul) em baixos níveis, ou seja, próximo a superfície, ao longo da faixa equatorial.
FONTE do TEXTO acima: infoescola.com


Circulação da ZCAS  no Brasil Janeiro de 2017.
A circulação de ventos sobre a América do Sul nos últimos dias (segunda quinzena do mês) permitiu a formação da ZCAS - Zona de Convergência do Atlântico Sul - sobre o Brasil. A ZCAS é um dos principais sistemas meteorológicos típicos do verão e que provoca chuva volumosa por pelo menos 4 dias consecutivos especialmente sobre estados do Norte, do Centro-Oeste e do Sudeste do Brasil. É caracterizada por extensos e persistentes aglomerados de nuvens de chuva que cruzam o Brasil do Norte até o Sudeste e se estende pelo oceano Atlântico Sul.

Órgão de monitoramento no Brasil (cemadem.gov.br)
"Criado devido a catástrofe acontecida no ano de 2011 , onde tivemos 900 mortes na região serrana do Estado do Rio de Janeiro no Brasil."

Os municípios monitorados  pelo CEMADEN têm histórico de registros de desastres naturais decorrentes  de movimentos de massa (deslizamentos de encosta, corridas de massa, solapamentos de margens/terras caídas, queda/rolamento de blocos rochosos e processos erosivos) e/ou  decorrentes  de processos  hidrológicos (inundações, enxurradas, grandes alagamentos). Em complemento , os municípios monitorados devem ter as áreas de riscos para processos hidrológicos e geológicos identificados, mapeados e georreferenciados.

Cuidados com a segurança da comunidade:

O projeto "Pluviômetros nas Comunidades" visa introduzir a cultura da percepção de riscos de desastres naturais no Brasil, envolvendo a população que vive em áreas de risco, fortalecendo as capacidades locais de enfrentamento de eventos adversos.

O projeto prevê a distribuição de pluviômetros semiautomáticos (equipamento que mede a quantidade de chuva) para serem instalados em áreas de risco e operados por equipes da comunidade local, especialmente treinadas e, desta forma, promover o engajamento e a conscientização dos moradores, completando a rede de informações hidrometeorológicas que fazem parte da estrutura observacional do país para o monitoramento e alertas de desastres naturais.

O projeto será conduzido mediante parceria entre o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - CEMADEN, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres - CENAD, do Ministério da Integração Nacional (MI) , e busca identificar outros parceiros interessados em receber e instalar pluviômetro(s) em áreas de risco dos municípios mais suscetíveis e vulneráveis à ocorrência de desastres naturais, principalmente, deslizamentos.

Abaixo um vídeo com a retrospectiva do desastre de 2011 no BRASIL.



OBS: Os desastres naturais mais comuns registrados no Brasil são decorrentes de inundações, alagamentos, enxurradas, deslizamentos, estiagens, secas e vendavais. Nos ambientes urbanos, onde se concentra a maioria da população brasileira, as inundações, as enxurradas e os deslizamentos de solo ou rocha são os eventos que causam os maiores impactos.

Tiamat ou planeta Terra?

  Segundo Zecharia Sitchin( teórico que defende a origem da humanidade a seres extraterrestres) , existe seres cujo nome e conhecido como ...