Pular para o conteúdo principal

Postagens

Space Opera...

Capa da Space Science Fiction Magazine (primavera de 1957), com uma ambientação dramática comum em space operas.

Space opera é um sub-gênero da ficção especulativa ou ficção científica que enfatiza a aventura romântica, cenários exóticos e personagens épicos.Em 1941, Wilson Tucker chamou de "space opera" todo tipo de ficção científica aventuresca meio esgotada e eivada de clichês. A expressão seria melhor traduzida como "novela espacial", em analogia às melodramáticas radionovelas da época ("soap operas"), do que como "ópera espacial". Com o tempo a expressão foi abraçada para indicar as histórias de superciência - meio que de maneira a esvaziá-la do seu conteúdo pejorativo, como acontece com "cinema trash", por exemplo. Hoje, "space opera" é só mais um subgênero da ficção científica, com a sua própria evolução.Uma ternura nostálgica pelos melhores exemplares do gênero de história que produziu "space operas" em seu s…

Perry Rhodan a serie.

Perry Rhodan

é uma das mais importantes séries de ficção científica do mundo, publicada desde 1961 na Alemanha. Perry Rhodan é uma Space Opera que mudou a história da ficção científica criando (e/ou reinventando) virtualmente todos os temas. Enquanto os críticos do gênero nos Estados Unidos habitualmente difamam a série, as décadas de sucesso comercial tornaram a série um fenômeno. Perry Rhodan mostra uma crítica feroz à realidade atual, fazendo-nos refletir em 1960 sobre a Guerra Fria, em 1970 sobre a New Agee em 1980 sobre o movimento pacifista nas entrelinhas da sua história. A série tem capturado os principais pensamentos da elite científica da Alemanha e influenciou de forma pungente todos os escritores de ficção científica alemães e do mundo.Escrito por uma equipe de autores que se alternam, Perry Rhodan é um periódico semanal (novela) de tradição germânica (Heftchen), um tipo de livro de bolso. A série foi criada em 1961 por K. H. Scheer e Clark Darlton. Inicialmente concebida p…

As 10 coisas detestaveis pedidos de amigos.

A pedido de minha amiga Lulei estou postando sobre as 10(dez) coisas que detesto e confesso que pensei que seria mais fácil, mas não foi não, estou procurando acalmar meu coração e ser menos exigente com o que tem a minha volta, afinal somos todos filhos de Deus e nem tudo nos satisfaz não e mesmo...depois da postagem estou indicando alguns amigos para fazer o mesmo e aqueles que não foram indicados se quiserem participe só lembre de onde veio o convite e divulgue...valeu..fuiiiiii
1)não saber perdoar...se ate Jesus e Deus nos perdoou quem somos nós para não aceitar...


2) Maus amigos...cuidado existem alguns por ai...






"Cuidado com aquele que tem a língua doce e uma espada na cintura. Um inimigo declarado é perigoso, mas um falso amigo é pior"
Provérbios Chineses


3)A falta de Fé...porque viver nas trevas...

4) Infelicidade...To fora paço por cima deste sentimento...




5) A Segunda Feira...prefiro o sábado...




6) Impossível...não existe em meu dia a dia...




7) A falta de reuniões em famíl…

As linguas na ficcao.

Língua artificial é todo idioma construído e definido por um pequeno grupo de pessoas, em vez de ter evoluído como parte da cultura de algum povo. Geralmente, as línguas artificiais têm algum objetivo. Há muitas construídas para a comunicação humana, para servirem como códigos secretos, outras como experimentos lógicos e mesmo algumas construídas apenas por prazer, constituindo assim uma língua artística.O sinônimo linguagem planejada é usado algumas vezes para se referir às línguas auxiliares, e por aqueles que possam fazer objeção ao uso do termo mais comum, "artificial". Alguns falantes do Esperanto evitam a expressão "linguagem artificial" porque negam que exista algo "não natural" na comunicação em sua linguagem. Todavia, fora da comunidade dos falantes de Esperanto, a expressão planejamento de linguagem se refere a medidas normativas tomadas em relação a uma linguagem natural. A esse respeito, mesmo as "linguagens naturais" podem ser subme…

Extinsão em massa Parte 7 (Final).

Extinção em massa do Holoceno
é a extinção em massa de espécies, em escala mundial, que está ocorrendo durante a moderna época geológica do Holoceno. A grande quantidade de extinções cobre numerosas famílias de plantas e animais incluindo mamíferos, aves, anfíbios, répteis e artrópodes; boa parte das quais nas florestas tropicais. Mamute (Mammuthus primigenius) Em sentido amplo, a extinção em massa do Holoceno inclui o desaparecimento notável de grandes mamíferos, conhecidos como megafauna, ao fim da última glaciação, de 9.000 a 13.000 anos atrás. Tais desaparecimentos tem sido considerados ou como uma resposta às mudanças climáticas, o resultado da proliferação dos humanos modernos, ou ambos. Estas extinções, que ocorreram perto do limite Pleistoceno-Holoceno, são às vezes citadas como extinções em massa do Pleistoceno ou extinções em massa da Era do Gelo. Todavia, a extinção em massa do Holoceno continua através dos vários milênios passad…

Extinção em massa Parte 5 e 6...

Este tinha no Brasil veja no texto abaixo:
Dinodontosaurus é uma espécie de terapsídeo herbívoro. Era um dos maiores herbivoros do Triássico e possuia um bico córneo. Viveram no Triássico Médio mas desapareceram no Triássico superior.São encontrados principalmente no Sítio Paleontológico Chiniquáem São Pedro do Sul e Candelária (RS) um grupo de dez filhotes foram encontrados juntos, demonstrando que estes animais já adotavam estratégias de convívio em grupo e cuidados com a prole. Link da imagem: http://pt.wikipedia.org/wiki/Dinodontosaurus
Extinção do Triássico-Jurássico foi uma extinção em massa ocorrida há 200 milhões de anos,afetando profundamente a vida na Terra. A mais provável das teorias é que erupções vulcânicas maciças teriam sido responsáveis por tal extinção, elas teriam liberado quantidades imensas de dióxido de carbono e dióxido de enxofre que teriam causado um aquecimento global intenso e depois um resfriamento. Diversas outras teorias tentam explicar a extinção do Triás…

Extinsão em massa Parte 3 e 4...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bentônico
Parte 3: A extinção massiva do Devoniano ou simplesmente extinção do Devoniano é considerada a terceira mais intensa das extinções massivas a ser registrada na história da vida na Terra e atingiu o que é considerada como a "idade dos peixes", coincidente com a expansão da vegetação terrestre.Esta extinção massiva, diferentemente de outras extinções não se situa no final de um período geológico, mas é situada na fase final do Devoniano (Frasniano e Famenniano), aproximadamente entre 377 e 362 milhões de anos atrás. Suas causas são ainda não conhecidas, atribuídas conjenturalmente a sucessivos impactos meteoríticos de grande escala, glaciação e diminuição da temperatura global, redução do dióxido de carbono e anoxia dos oceanos e outras massas d'água.Entre estes fatores, ganha mais suporte entre os autores a queda acentuada da temperatura conjunta com a anoxia dos mares, mas o debate sobre a questão se mantém nos meios especializados. Disc…

Extinção em Massa...Parte 1 e 2

Imagem: Echinodermata"Echinidea" do livro, de Ernst Haeckel,Kunstformen der Natur de 1899. Ocorrência: Cambriano - Recente http://pt.wikipedia.org/wiki/Equinodermos A Terra já passou por diversas extinções em massa, algumas de proporções devastadoras, levando ao desaparecimento completo de diversas espécies, e outros menores, no qual foram extintos somente alguns grupos de seres vivos. As extinções em massa de grandes proporções normalmente marcam a mudança de um período da história.Geralmente faço postagens e coloco o que são mais relevantes... mas este tema será em 7 partes ,sendo duas partes por postagens(total de três) e uma quarta para encerrar devido a quantidade de dados.




Parte 1 A extinção “Cambriana” Foi uma extinção em massa ocorrida há aproximadamente 488 milhões de anos. Foi, em termos, o primeiro evento de extinção em larga escala ocorrido no planeta. Extinguiu principalmente, diversas espécies de equinodermos braquiópodes e conodontes. Existem duas teorias que tentam …