Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo dimensões

Outras dimensões.

A fantasia há muito tomou emprestada a idéia de um outro mundo da mitologia, lenda e religião. Céu, Inferno, Olimpo, Valhala, são todos universos alternativos diferentes do mundo físico familiar em que vivemos. A fantasia moderna freqüentemente apresenta o conceito como uma série de planos de existência onde as leis da natureza diferem, permitindo a existência de fenômenos mágicos de algum tipo em alguns planos. Em outros casos, tanto na fantasia quanto na ficção científica, um universo paralelo é uma outra realidade única e sua coexistência com o nosso é um princípio usado para levar um protagonista da realidade do autor para a realidade da fantasia, tal como em As Crônicas de Narnia de C.S. Lewis. Ou esta outra realidade singular pode invadir a nossa, como quando a heroína inglesa de Margaret Cavendish envia submarinos e "homens-pássaro" armados com "pedras de fogo" através de um portal do Blazing World para a Terra, e espalha a destruição entre os inimigos da In…

Paradoxo temporal

Em ficção científica, o paradoxo temporal é um fenômeno derivado das viagens no tempo para o passado. Quando o viajante do tempo vai para o passado, sua presença perturbadora, na maioria das vezes, gera resultados logicamente impossíveis, ou seja, um paradoxo.Um clássico exemplo é o paradoxo da causa e efeito: se o viajante altera algum evento passado com o objetivo de mudar o futuro, assim que o fizesse deixaria de existir o motivo original e consequentemente a própria viagem. O motivo da viagem é a sua causa, se ele desaparecer, a viagem, que é seu efeito, também desaparece. Os autores de ficção buscam resolver os paradoxos admitindo a coexistência de universos paralelos possibilitando que as alterações nos fatos passados possam gerar futuros alternativos.
Origem do texto: Wikipédia, a enciclopédia livre


Imagem google: minha visão do Paradoxo...