Mostrando postagens com marcador meteoro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador meteoro. Mostrar todas as postagens

25 agosto, 2009

Meteoro,Meteoroides e meteorito


Meteoro designa o fenômeno luminoso observado quando da passagem de um meteoróide pela atmosfera terrestre. Este fenômeno que pode apresentar várias cores, que são dependentes da velocidade e da composição do meteoróide, um rastro, que pode ser designado por persistente, se tiver duração apreciável no tempo, e pode apresentar também registro de sons. Um meteoro é também por vezes designado de estrela. A aparição dos meteoros pode-se dar sob duas formas: uma delas são as designadas "chuvas de meteoros" ou "chuva de estrelas cadentes" ou simplesmente "chuva de estrelas", em que os meteoros parecem provir do mesmo ponto do céu noturno, denominado de radiante. Outra forma é a de "meteoros esporádicos" Existem dois tipos de meteoros que se destacam pela sua espetacularidade: as Bolas de Fogo e os Bólides.

Meteoroides são fragmentos de material que vagueiam pelo espaço e que, segundo a International Meteor Organization(Organização Internacional de Meteoros), possuem dimensões significativamente menores que um asteroide e significativamente maiores que um átomo ou molécula, distinguindo-nos dos asteroides - objetos maiores, ou da poeira interestelar - objetos micrométricos ou menores.Os meteoróides derivam de corpos celestes como cometas e asteróides e podem ter origem em ejeções a de cometas que se encontram em aproximação ao sol, na colisão entre dois asteróides, ou mesmo ser um fragmento de sobra da criação do sistema solar. Ao entrar em contacto com a atmosfera de um planeta, um meteoróide dá origem a um meteoro.Meteoróides que atingem a superfície da Terra são denominados meteoritos.


Meteoroide de ferro encontrado pela Opportunity em Marte

Um meteorito é a denominação dada quando um meteoróide, formado por fragmentos de asteróides ou cometas ou ainda restos de planetas desintegrados, que podem variar de tamanho desde simples poeira a corpos celestes com quilômetros de diâmetro alcançam a superfície da Terra, pode ser uma erólito(rochoso), siderito (metálico) ou siderólito(metálico-rochoso).Tais eventos acontecem aproximadamente 150 vezes por ano sobre toda a superfície terrestre.

Imagem: Meteorito HOBA- Namibia (GOOGLE IMAGENS)